Antes de dizer qualquer coisa, dou minha palavra de honra de que NÃO HÁ SPOILERS neste post. Pode confiar 😉 Combinado? Então bora lá!

Precisamos falar sobre Ingobernable

Terminei de assistir à primeira temporada e devo dizer que essa série é daquelas que ficam rondando a nossa cabeça durante toda a semana. Começamos a acompanhar a história e logo nos pegamos, em diferentes momentos do dia, refletindo sobre o que vimos, na tentativa de encaixar as peças e matar as charadas. Sim, são várias charadas que encontramos ao longo do caminho! E, na maioria das vezes, uma resposta já traz embutida uma nova pergunta (E é nessa brincadeira que você assiste aos 15 episódios num piscar de olhos! rsrs)

Então se me perguntarem: Você recomenda essa série? Minha resposta será um belíssimo ¡desde luego que sí!. E para justificar minha resposta, aí vão 5 razões pelas quais você deveria (mas deveria mesmo!) assistir a Ingobernable:

É ambientado no México (🇲🇽). Ok, eu sei que outras 300 mil tramas também são ambientadas lá. No entanto, o ponto forte da série é justamente mostrar ao público um México real, que vai além dos estereótipos que estamos habituados a encontrar. O desenrolar da história se divide basicamente entre a residencia oficial do presidente (Los Pinos) e Tepito, que é considerado um dos bairros mais perigosos da Cidade do México. Ok que parte das gravações aconteceram em San Diego, nos Estados Unidos, mas a verdade é que Ingobernable transpira México por todos os poros (e eu AMO isso!❤). É o espanhol do cotidiano, com suas gírias e expressões, as músicas das ruas e a viver de uma cidade latino-americana estampados bem ali na nossa tela.

Mulher no poder (Ha!💪) . A série nos traz uma primeira dama que nem em sonho é recatada e do lar. Emília Urquiza, aliás, samba em qualquer estereótipo do tipo. Ela luta, encara, pega em armas, protege os seus e, como dizemos em espanhol, arriesga su pellejo por la justicia y por todo lo que cree. Resumindo: Quem é o presidente na fila do pão francês?

E a primeira dama não é a única mulher poderosa nessa história. Ao longo da trama, outras personagens vão lacrando e assumindo papéis decisivos ( o que eu acho lindo de viver!).

Um ponto forte da série relacionado a isso é justamente o fato de ter buscado inspiração na história real de Las 7 cabronas de Tepito, um grupo de mulheres com grande poder de ação, que se defendem das injustiças sociais dentro e fora do bairro.

Tem uma abertura IN-CRÍ-VEL. A música Me Verás, interpretada pelo grupo mexicano La Santa Cecília, foi escrita especialmente para a série e, cá pra nós, casa com a primeira dama muito melhor que o próprio presidente (Só acho!). A letra fala sobre as batalhas (bravamente) travadas por Emília Urquiza  para provar sua inocência.  

Confira a abertura de Ingobernable

“Me verás a la luz del dia Cuando el mundo este de rodillas Lucharé hasta el final De mi ultimo dia…” 🎶

No que se refere a tretas políticas, não perde em nada para House of Cards. Enquanto Emília Urquiza se vira nos 30 para provar sua inocência, diferentes casos de corrupção do alto escalão do governo mexicano vem à tona. (Aí é pura lama, né?!)

E falando em House Of Cards, olha aí o pessoal de lá se solidarizando pela morte do presidente Diego Nava:

Outros pontos também abordados por Ingobernable são as questões relacionadas a direitos humanos, homossexualidade e pirataria.

Somos nós, latinos, naquela tela! Sim, eu acompanho séries norte-americanas, como Scandal, e amo (mesmo a Shonda destruindo meu 💔 a cada capítulo!). Mas, ver a cultura latina em foco é, na minha humilde opinião, SEN-SA-CIO-NAL! Especialmente na atual conjuntura, em que questões como preconceito, intolerância e ‘muro’ estão em pauta! (e quem tá por aí falando mal dos latinos vai ter que engolir essa! 😝)

Então é isso! (Na verdade, é mais que isso, mas prometi não soltar spoiler e sou uma mulher de palavra! 🙂)

E aí? Preparado para embarcar nessa montanha russa chamada Ingobernable? Compartilhe sua opinião com a gente!

Gostou da Calle Hispánica? Então, curta a Fan Page no Facebook e não perca nenhuma postagem! 😉