Vamos começar esse post relembrando uma cena da novela O Privilégio de Amar, transmitida pelo SBT, em 1998. (Dica: Preste bastante atenção na voz da Cristina, personagem interpretada por Adela Noriega) 👂

Sobre a tão falada Dublagem de novelas mexicanas 🗣

Eu assisto às novelas mexicanas (e argentinas, e venezuelanas, e colombianas…) há anos e durante todo esse tempo perdi as contas de quantas vezes ouvi críticas relacionadas à dublagem dessas produções.

(Minha reação ao escutar “nossa, a dublagem das novelas latinas é péssima“).

Quem é apaixonado por telenovela (assim como eu! rs), revira o olho de impaciência toda vez que escuta esse tipo de crítica. Afinal de contas, muitos dubladores dessas produções também emprestam sua voz a personagens de filmes e séries norte-americanas.

Então, para desconstruir esse mito de que a dublagem das telenovelas latinas não é de boa qualidade, a Calle Hispánica conversou com a atriz e dubladora Fernanda Baronne. Lembra o vídeo que você acabou de ver? Lembra a voz da Cristina? Exatamente! Nas tramas mexicanas, além da Adela Noriega, Fernanda também dubla as atrizes Ana Patrícia Rojo, Mónika Sánchez e Angélica Rivera.

Ana Patrícia Rojo interpretando a personagem Penélope, na novela Maria do Bairro

De acordo com Fernanda Baronne, o processo de dublagem de uma personagem de novela mexicana é como qualquer outro. “Todos os personagens gravam separadamente num tempo decidido pelo diretor de dublagem. Três capítulos costumam ser feitos em uma média de quatro dias de gravação. Com relação à escolha do elenco, testes são feitos quando necessário, e se um ator já foi dublado por alguém, procura-se manter a mesma voz”, explica a dubladora.

Com relação ao mito de que as novelas mexicanas são mal dubladas, Fernanda Baronne explica que a semelhança entre o português e o espanhol pode desfavorecer o processo de dublagem. “Eu considero o trabalho em espanhol mais difícil por causa da semelhança entre as línguas. Fica muito mais evidente quando uma palavra não ‘encaixa’ e as vezes não tem jeito: temos que mudar o termo ou a ordem das palavras na frase, senão fica muito artificial em português. Isso leva muitas pessoas a acharem que novelas mexicanas são mal dubladas, o que não é verdade”, esclarece.

(Olha aí a explicação, pessoal! Quando aquela pessoa que fala mal das novelas mexicanas – todo mundo conhece uma 😜- começar com o discurso de dublagem ruim, já podemos explicar sobre a peculiaridade que compete às produções originais em português).

Sobre as personagens de produções mexicanas já dubladas, Fernanda conta que a Maria Isabel, vivida por Adela Noriega em novela de mesmo nome, exigiu um pouco mais de atenção e concentração da sua parte. “Foi bem difícil dublar a Adela Noriega, em Maria Isabel, até me acostumar com o jeito da personagem falar. Mas tirando isso, só tive boas experiências e sempre curto muito dublar novelas mexicanas. Aliás, se for vilã, melhor ainda! Elas são bem mais divertidas que as mocinhas”, destaca Fernanda Baronne.

E os personagens mexicanos são realmente mais dramáticos? Segundo a dubladora, Sim! “E se a gente não for nessa ‘vibe’ dramática, a voz não combina com a imagem. Tem que ‘carregar nas tintas’ mesmo!”, explica Fernanda.

E cá entre nós, em se tratando de telenovelas latinas, quanto mais drama (😰😀😫😍😱😭), mais a gente ama!❤

Confira outros personagens dublados por Fernanda Boronne:

Confira também: Qual a vantagem das telenovelas latinas para quem deseja praticar o espanhol?

Gostou da Calle Hispánica? Então, curta a Fan Page no Facebook e não perca nenhuma postagem! 😉