Amar o Espanhol, a gente ama, mas é cada sofrência que a gente passa para viver esse amor! 😥 rs

Afinal de contas, mesmo o Brasil tendo o português como língua oficial, temos que concordar que encontrar referências da língua inglesa por todos os lados é relativamente fácil, né non?

Tá na trilha sonora de TODAS as novelas globais, tá na frase daquela camisa super descolada, tá no download do arquivo, tá no stories do Instagram, no milk-shake e no bom e velho jeans.

E o espanhol? ☹

Pois é, mi gente buena… Repensando minha vivência como brasileira (de alma mexicana 🇲🇽) e apaixonada (❤) pelo espanhol desde novinha, pontuei 5⃣ sofrências que, somente quem AMA a língua de Cervantes poderá entender.

“Prestenção”!

1) Shows

A forma mais prática e divertida de trazer o espanhol para a nossa vida continua sendo conhecer artistas hispânicos. No entanto, a questão aqui é a seguinte: A gente começa a descobrir un chorro de artistas que son simplemente increíbles y de pronto nos enamoramos!

Juanes, Pablo Alborán, Sin Bandera, Matisse, Jesse y Joy, Alejandra Guzman, Alejandro Fernandez, Pedro Capó, Fonseca… Essa é a minha lista BASTANTE reduzida de artistas que adoro! E, então, eu pergunto a vocês: Quantas vezes eles fizeram un concierto (não sou obrigada a falar show rsrsrs) no Brasil?

Exatamente, nenhuma!

Em tempo, este ano de 2018 já está sendo super camarada conosco! Enrique Iglesias e Shakira já estão, praticamente, com o passaporte carimbado para o Brasil. O Enrique fará única apresentação em São Paulo, no dia 5 de abril. Já a Shakira ainda não confirmiu a data em que passará por aqui, mas confirmou que vem! rs

2)  Músicas ganham versão em inglês

Ultimamente, graças aos céus, as músicas em espanhol têm tido mais espaço entre o público brasileiro! Mas, se há uma coisa que me deixa bastante #xatiada é quando aquela música incrível em espanhol, que desbravou mares e montanhas até chegar ao nosso país, desembarca por aqui em inglês 😭.

Um exemplo recente disso é Ecos de Amor, da dupla Jesse y Joy. A música fez parte da trilha sonora de Malhação, em 2016. No entanto, foi a versão em inglês que entrou para a trilha da trama. E, consequentemente, foi essa a versão que tocou em todas as rádios 😒.

3) Variedade nas opções de cursos

Sim, nós temos muitas opções de cursos de espanhol, correto? No entanto, de uma forma geral, esses cursos oferecem modalidades como básico, intermediário, avançado, conversação e para professores.

O que eu realmente acho que faz muita falta são cursos, por exemplo, voltados para a fonética do idioma, para a literatura hispânica ou, ainda, um curso que aborde pontos específicos da gramática, mas utilizando músicas 😍.

Então, fica a dica para as escolas de idioma! Inclusive, se precisarem de ajuda com as músicas, tamo aí! 😜 rs

 4) Livros em espanhol

Quem já tentou comprar, aqui no Brasil, um livro em espanhol sabe o motivo desse tópico, né?! Em primeiro lugar, não é tão fácil encontrar essas obras à venda por aqui. Em segundo lugar, quando encontramos, precisamos estar dispostos a desembolsar uma grana consideravelmente mais alta do que pela publicação em espanhol.

5) Camisas com frases em espanhol

Chegar a uma loja dessas de departamento e encontrar, a um precinho REBUENO uma camisa super estilosa, com frases de Pablo Neruda, Miguel de Cervantes, Isabel Allende ou Frida Khalo. Seria o meu sonho de princesa?

Mas, até hoje, nunca vi! 😐

E aí? Vocês se identificam com alguma sofrência dessas?

No final das contas, pessoal, a verdade é uma só: Nós não largamos do espanhol, nem ele quer largar da gente, né non?! 😅

➡ Confira também: 5 frases que todo estudante de espanhol detesta ouvir 😵

Gostou da Calle Hispánica e não quer perder nenhuma postagem? Então, curta a Fan Page no Facebook e siga a Calle no Instagram! 😉