Antes de mudar para Belo Horizonte, quando ainda estava pesquisando sobre o ritmo de vida da cidade, encontrei uma frase que resume bem o sentimento mineiro. “Se não tem mar, vamos pro bar!” 😆.

Sim, todxs sabemos que BH é a capital dos bares e restaurantes. Dos mais caros aos mais em conta, tem para todos os gostos, inclusive para o nosso gosto hispánico! ❤

Minha amiga Pollyana, sabendo que sou a loka do espanhol, me falou a respeito da hamburgueria Mexicalle, que fica na Rua Alberto Cintra (de acordo com a Polly, quando se trata de bar, Alberto Cintra é um dos points da cidade! #FicaADica 😜).

E então lá fomos nós conhecer a única hamburgueria mexicana da cidade 🙂.

O lugar

Mexicalle / Imagem: Divulgação

Eu, com a minha alma mexicana, fiquei encantada de cara! 😍

O lugar é super estiloso, com direito a sombreros, Frida e cores que nos remetem, de fato ao México, mas respeitando o limite do bom senso. E falo isso porque ainda há quem acredite que para representar a terra da Maria do Bairro, basta misturar as cores mais escandalosas da paleta pantone e pronto! Habemos México! (Apenas parem com isso, ok?! Obrigada, de nada! 😜 rs)

O coração até acelerou quando vi a parede principal, que tem uma estrutura em arcos e com lampiões. Gente, quem passou a vida vendo novelas mexicanas consegue lembrar fácil de las cantinas 😅.

A comida 🍽

O cardápio é um capítulo a parte dessa novela! Apesar de levar o nome de hamburgueria, as opções são bem variadas. Taco, quesadilla, nacho, chili, guacamole, burritos, enchiladas, sandwiches e dulces. (O difícil é decidir, minha gente! rs).

Nossa escolha foi, de entrada, tacos al pastor, que são tortillas de milho fritas e posteriormente recheadas com filé mignon marinado no vinho, abacaxi, cebola roxa, coentro e pimenta.

 ¡Saben riquísimos! 🌮❤

Tacos al pastor

Depois, pedimos quesadilhas Guadalajara. Feitas com tortillas de trigo e recheadas com carne seca desfiada (que eu AMO! 💜), queijo derretido, cebola roxa, tomate, cebolinha e pimenta calabresa.

Quesadillas Guadalajara

E entre tacos e quesadillas, las quesadillas ganaran mi corazón! BUENÍSIMAS! 💞

Pimenta 🌶

Então, pessoal! Apesar de A-M-A-R o México (com todas as forças do meu 💚 ), há algo na cultura desse país que me deixa bastante apreensiva. E esse algo se chama “Pimenta”. (Pois é! Tenho alma mexicana, mas confesso que não sou a maior fã do mundo de pimenta).

Claro que, se estamos numa hamburgueria mexicana, vai rolar el caliente desse tempero! No entanto, levando-se em consideração que estamos no Brasil, eu diria que a comida veio bem no ponto 🙂.

As quesadillas estavam mais apimentadas que os tacos, mas sem exceder o limite. Mas, para quem é amante de uma boa pimenta, assim como minha amiga, eles sevem um potinho a parte. O tempero é preparado na hora e chegou ainda morinho à nossa mesa. De acordo com a Polly, o trem estava TÃO MARAVILHOSO, que ela quase chorou de emoção 😆.

E para beber, nós fomos de margueritas. Preparadas com tequila, licor, suco de limão e o tradicional salzinho na borda! 🙂 Muy buena, mas se você for mais fracx para bebidas alcoólicas, cuidado! rsrs Depois que tomei a minha, precisei me concentrar bem no momento em que precisei levantar e andar 😜 rsrsrs).

Margarita!

Lo que sí puede mejorar

A única coisa que eu, realmente, senti falta na Mexicalle foi de música hispânica. Não tenho absolutamente nada contra a trilha sonora com  Mick Jagger que estava rolando. Mas, a experiência teria sido bem mais rica (sensorialmente falando), se a playlist contasse com músicas tipicamente mexicanas, como as rancheras interpretadas por mariachis! Então, fica a dica para o pessoal da Mexicalle.

No mais, eu super curti a experiência e recomendo não só aos amantes da cultura hispânica, mas também a quem ama provar comidas diferentes e que nos remetem a culturas diferentes 🙂.

Gostou da Calle Hispánica e não quer perder nenhuma postagem? Então, curta a Fan Page no Facebook e siga a Calle no Instagram! 😉