Calle Hispánica

Um passeio pela cultura em espanhol

Tag: Livros em espanhol

3 livros para você conhecer a literatura peruana contemporânea

A literatura peruana tem em Mario Vargas Llosa, ganhador do Nobel de Literatura, seu representante de peso. No entanto, a terra que abriga a mágica Machu Picchu também conta com nomes que enriquecem a atual literatura produzida na região.

Por isso, no post de hoje, a Calle Hispánica listou 3 obras de autores contemporâneos, que nos ajudarão a conhecer melhor as características e pontos fortes da literatura produzida no Peru.

Confira!

1) Raro

Raro, de Renato Cisneros

O livro, do autor Renato Cisneros, conta a história de um jovem de 25 anos que entra em crise ao se ver sem tudo aquilo que considerava como sendo sua base: a noiva, a casa e os estudos.

Contando com a cumplicidade de alguns personagens tão solitários quanto ele, o jovem vai se reconstruindo, ao longo dos 20 capítulos da obra.

O livro conta, ainda, com uma versão ilustrada assinada por Alfonso Vargas Saitua (Robotv).

2) El sistema solar

El sistema Solar, de Mariana de Althaus

Nessa tragicomédia de Mariana de Althaus, a autora narra o reencontro da desestruturada família Del Solar, numa noite de Natal.

Enquanto alguns tentam resolver os desentendimentos, enquanto outros se empenham em manter a devida aparência de “normalidade” que a ocasião exige.

3) Abril Rojo

Abril Rojo, de Santiago Roncagliolo

Aa obra de Santiago Roncagliolo traz a tona uma combinação de elementos sociais, históricos e culturais do Peru, com o objetivo de narrar a transformação vivida pelo personagem principal, o promotor Félix Chacaltana Saldívar.

Ao longo da narrativa, Chacaltana vai perdendo a inocência progressivamente, conforme a avançam suas investigações relacionadas a um misterioso crime.

Quer conhecer mais sobre essa terra mágica, chamada Peru? Confira também:

 15 dias no Peru, com Ana Paula Brum – Parte I

Gostou da Calle Hispánica e não quer perder nenhuma postagem? Então, siga a Calle no Instagram😉

5 materiais para você entender quem foi Simón Bolívar 🙂

Simón Bolívar ocupa um papel central no processo de independência das colônias hispano-americanas. Entretanto, a história desse personagem não é um tema abordado de forma recorrente aqui no Brasil.

Sua influência foi muito mais forte em países como Venezuela, Colômbia, Bolívia e Peru. Porém, isso não diminui a necessidade de uma análise do papel desempenhado por essa figura, na construção da América Latina.

Afinal de contar, não custa nada lembrar que nós, brasileiros, somos latinos.

Popularmente conhecida como “O Libertador“, Simón Bolívar nasceu na atual Caracas, capital da Venezuela, exatamente no dia 24 de julho de 2018 (o homi era de leão, minha gente 😄 rs).

Pegando carona na data, que marca o aniversário de 235 anos de Bolívar, a Calle listou 5 materiais, entre filmes, documentários e livros, que nos ajudam a compreender o que essa figura representou dentro do contexto da América Latina.

Confira! 🙂

Bolívar el Hombre de las Dificultades

Filme venezuelano de 2013 que aborda os desafios  enfrentados por Simón Bolívar durante os anos de 1815 e 1816.

Confira a Sinopsi en español (😜) desse longa-metragem.

“Venezuela está en guerra. El país se encuentra dividido. Hay familias enteras desgajadas en bandos opuestos. Corre el año de 1815 y la Segunda República cae estrepitosamente. El gran derrotado es Simón Bolívar, recién nombrado Libertador, quien sale fugitivo desde Cartagena. Bolívar llega a Jamaica en medio de las peores dificultades. Busca ayuda de otras naciones para liberar a América. Europa le cierra las puertas. El presidente de la rebelde Haití acepta recibirlo y escuchar sus propuestas. Bolívar zarpa de Haití como comandante de una pequeña pero valiente flota, dispuesta a dar la vida por sus ideales. Se inicia una nueva batalla de las muchas que librará el Hombre de las Dificultades por llevar la libertad a la América hispana”.

Conociendo a Bolivar 

Documentário produzido em 2010, que narra desde o nascimento de Bolívar, em em Caracas no ano de 1783, até sua morte na Colômbia, em 1830.

A produção aborda os êxitos e fracassos que marcaram a história desse personagem da América Latina.

Quién es Bolívar? 

Nesse documentário, a história de Bolívar é retomada de maneira mais superficial. Isso porque, o objetivo da produção é fazer uma reconstrução científica do rosto do Libertador.

Simón Bolívar (Alfonso Rumazo González)

Nessa obra, o escritor e historiador equatoriano Alfonso Rumazo González traça um perfil psicológico de Bolívar, abordando, ainda, suas motivações e sua secreta vida privada.

Obs.: A versão digital e en español do livro Simón Bolívar está disponível na Amazon, por um precinho super bacana! 💜

Ebook Simón Bolívar, de Alfonso Rumazo González

O General em Seu Labirinto (Gabriel García Márquez)

Já imaginou navegar pela história de Simón Bolívar através das letras de Gabriel García Márquez? 😍 Sim, é possível! rs

O livro O General em seu Labirinto, escrito pelo colombiano, refaz o percurso de Bolívar tanto no plano físico quanto no espiritual.

A obra estabelece um paralelo entre sua viagem até Cartagena das Índias, de onde ele partiria rumo ao exílio, e sua inevitável jornada à morte.

O Geral em Seu Labirinto, de Gabriel García Marquez

 

Confira também: Somos insistência, somos resistência, SOMOS latinos!

Gostou da Calle Hispánica e não quer perder nenhuma postagem? Então, siga a Calle no Instagram! 😉

5 livros para explorar a literatura infantojuvenil argentina 🇦🇷

A literatura infantojuvenil tem a honrosa missão de despertar em crianças e adolescentes o gosto pela leitura.

Justamente por isso, os livros desse segmento são um convite irrecusável a esse universo de letros. Recheados de imagens, texturas e até cheiros essas obras fisgam a atenção dos futuros leitores.

E, pegando carona na temática infantojuvenil, a Calle Hispánica listou 6 livros de escritoras argentinas de destaque nesse segmento literário.

DICAS 

✔ As obras infantojuvenis são ótimas opções para quem está começando a aprender espanhol. Isso porque seu conteúdo apresenta um vocabulário mais acessível que, combinado a imagens, ampliam o entendimento.

✔ Os livros classificados como infantojuvenis são voltados para crianças e adolescentes. Entretanto, vale lembrar que essas obras podem (e devem) ser exploradas por todxs nós, pois estimulam a criatividade e abrem as portas da imaginação 🙂.

Agora sim, vamos à lista! 🙂

La Niña, el Corazón y la Casa ( María Teresa Andruetto)

Da premiada escritora María Teresa Andruetto, La Niña, el Corazón y la Casa aborda a história de uma menina que, abandonada pela mãe e pela avó, desenvolve um relação especial e comovedora com o irmão que tem síndrome de Down.

Caos: Nadie Puede Decirte Quién Sos (Magalí Tajes)

O livro combina textos de ficção e não ficção, variando entre contos e reflexões que fazem o leitor rir, mas que também comovem.

Nesta segunda obra da escritora Magali Tajes, o efeito lúdico solicita a participação do leitor, que pode orientar sua leitura no sentido tradicional ou, ainda, de trás para frente.

Una Caja Llena de y Otros Poemas (Laura Devetach)

Livro de poemas da escritora Laura Devetach. A obra é estruturada a partir de três textos: Una caja llena, Milongas tamaño alpiste e pozo redondo.

Dentro de Una Palabra (María Cristina Ramos)

Livro de poemas que traz uma seleção de textos de María Cristina Ramos.

Indo além da dança poética das palavras, a obra da escritora argentina traz, ainda, ilustrações de Claudia Degliuomini, que também conferem sentido estético e simbólica a todo o conjunto literário.

Vida de Perro (Beatriz Doumerc)

Um cachorro que, empenhado em relatar sua vida, acaba por nos apresentar um espelho onde vemos refletir com bastante clareza a vida dos seres humanos: Essa é a história apresentada por Beatriz Doumerc em Vida de Perro.

Curtiu a nossa seleção? Então, segura essa notícia boa: todos (eu disse TODOS) os livros listados estão à venda pela Amazon, na versão ebook e en español, por menos de R$ 20,00 cada! 😍

Agora é só se jogar no espanhol e na leitura! 😜

Confira também: 5 Mulheres hispânicas que você deveria conhecer 😉

Gostou da Calle Hispánica e não quer perder nenhuma postagem? Então, siga a Calle no Instagram! 😉

Leitura: Desafio literário à la Calle Hispánica 🙂

Já comentei aqui no blog que, desde o início da Calle, venho tentando ler mais obras produzidas por autores hispânicos. Mas, a grande verdade é que, no vai e vem da vida, esse “tentando” ainda está bem longe do objetivo que é ler 😓.

Prova disso é que, de fevereiro pra cá, foram apenas três livros 😦. Isso mesmo: 7 meses e SÓ 3 livros  (sim, plaquinha da vergonha pra mim 🙈).

¡El desafío! (para mí y para ustedes 😜)

Para resolver esse problema, decidi colocar a Calle Hispánica no famoso desafio literário. Isso aí! Pesquisei os que já estão rolando e selecionei alguns temas para montar o nosso 🙂.

Assim, vamos manter nossa leitura em dia e teremos mais conteúdo literário aqui no blog 💜.

Como já estamos em setembro, o desafio será bem modesto: serão 4 livros, sendo um para cada mês.

Mas esse desafio é à la Calle Hispánica!

Como sabemos que livros em espanhol e de autores hispânicos nem sempre são tão fáceis de encontrar aqui no Brasil, pensei na seguinte proposta, para não fugirmos ao objetivo do blog (que é “coloca mais espanhol na vida que tá pouco!” hahaha 😆): Sendo de autores hispânicos, os livros podem ser em espanhol ou em português e, sendo de autores naturais de outras línguas, pegaremos as obras em espanhol, ¿vale? 

Acho que assim fica mais prático para todxs! 🙂

Vamos aos temas e às respectivas sugestões de leitura:

📍Setembro – Um livro que tenha sido adaptado para a TV; (Pode ser uma história que tenha virado filme, novela, série…)

  • Don Quijote de La Mancha / Dom Quixote, de Miguel de Cervantes
  • La Casa de Los Espiritus / A Casa dos Espíritos, de Isabel Allende
  • Memorias de Mis Putas Tristes / Memória De Minhas Putas Tristes, de Gabriel García Márquez
  • Bodas de Odio, de Caridad Bravo Adams
  • El Diario de Noa (Diário de Uma Paixão), de Nicholas Sparks

📍Outubro – Um livro escrito na década de 1950;

  • La Hojarasca / A Revoada, de Gabriel García Marquez (1955)
  • La Mentira, de Caridas Bravo Adams (1951)
  • Cien Sonetos de Amor / Cem Sonetos de Amor, de Pablo Neruda (1959)
  • Los Versos del Capitán / Os Versos do Capitão, de Pablo Neruda (1952)

📍Novembro – Uma biografia;

Boa oportunidade para lermos a história daquela personalidade hispânica que amamos ou, ainda, para conhecer melhor alguma figura importante desse universo 😉.

  • Por qué este mundo. Una biografia de Clarice Lispector, de Benjamin Moser e Cristina Sánchez-Andrade
  • Aún no estoy muerto: Autobiografía, de Phil Collins
  • Confieso que he Vivido / Confesso que Vivi, de Pablo Neruda
  • El diario de Ana Frank, de Anne Frank

📍Dezembro – Um presente de Natal.

Vi esse tema no blog Eu Astronauta e curti demais! Nada mais justo que, em dezembro, escolhermos um livro para chamar de “nuestro regalo de Navidad” (🎅), né non?! Então, neste mês, aproveite para pegar aquela obra que você sempre quis ler! 💙 ▶ (lembrando que, se o autor é hispânico, então pode ser em português ou em espanhol e, se se o autor é nativo de outro idioma, então vamos focar no espanhol 😉)

Para este mês de setembro, vou postar o livro escolhido lá no instagram da Calle. E quem entrar no desafio e quiser postar também, usem a hashtag #LeituraNaCalle. Assim, podemos encontrar mais sugestões de livro para engordamos nossa lista de leitura hispânica 😍.

Então, bora ler e, de quebra, colocar o espanhol pra jogo! 🤓

Gostou da Calle Hispánica e não quer perder nenhuma postagem? Então, curta a Fan Page no Facebook e siga a Calle no Instagram! 😉

Leitura: Dica para quem quer ler mais livros em espanhol

Ler livros em espanhol é uma das formas infalíveis para melhorar o idioma. No entanto, eu sempre tive dificuldade para encontrar essas obras à venda aqui no Brasil. E quando encontrava alguma numa livraria, geralmente ela estava a um preço quase obsceno.

(Quem  nunca sofreu a dor de se apaixonar por um livro pelo qual não podia pagar? 📚😭)

E durante muito tempo foi essa sofrência na minha vida (😒).

Até que duas amigas me apresentaram aquele que viria a ser mi mejor amigo 🙂💜Estou falando do Kindle!

Obs.: Este post não é um publi, ok? (inclusive, a fatura do meu cartão comprova isso 😂). Sei que há outros E-readers no mercado, mas falo do Kindle por ser o dispositivo que tenho 🙂

Antes de conhecer o Kindle e descobrir suas funcionalidades, eu achava que esse era mais uma espécie de computador num formato compacto. E não é que eu estava totalmente enganada!? O Kindle, na verdade, simula perfeitamente uma página de livro. Sem aquela luz que cansa nossos olhos, sem dor de cabeça, super levinho, com capacidade de armazenar um mundo de livros e com uma bateria que chega a durar meses! (Sim, eu disse meses, pessoal! 😮 Especialmente se você ativar o modo avião #FicaAdica 😉).

E depois que adquiri essa belezura, pude, finalmente, dar mais atenção à leitura em espanhol. Isso porque é muito mais fácil encontrar, disponível na internet, a versão digital das obras. Um exemplo disso é o livro La Mujer Habitada, da nicaraguense Gioconda Belli. Consegui ter acesso a essa obra incrível graças a mi mejor amigo 🙂

Além de livros, o Kindle também permite que você envie da internet páginas de sites e artigos. Ou seja: sabe aquela reportagem do El País que você achou super interessante, mas não tem paciência para lê-la por completo na tela do computador? É só enviar para o Kindle e você poderá ler aquele conteúdo com mais conforto.

Então, essa é a dica de hoje! Se você ama ler, mas sente falta de ler en español pela dificuldade de encontrar livros físicos nesse idioma, o Kindle pode ser uma ótima ferramenta! É pesquisar, adquirir e ler! Simples assim ❤

E às amigas que me apresentaram a essa belezura (Paulinha e Polly): vocês brilham, muchachas 💛

Confira também: Resenha: A Mulher Habitada, de Gioconda Belli 

Gostou do Calle Hispánica? Então, curta a Fan Page no Facebook e não perca nenhuma postagem! 😉

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén