Calle Hispánica

Um passeio pela cultura em espanhol

Tag: Telenovelas

En Español: El drama que nos gusta

Y si hablamos en drama, ¿pensamos en qué? 🤔🤔🤔

Pues sí, mi gente buena, vamos a hablar sobre las telenovelas latinas 📺.

Ya deben de saber ustedes que soy una aficionada por las telenovelas (💜) y que esas me han ayudado muchísimo a mantener contacto con el español, especialmente después de haber terminado el curso regular.

Pero hoy yo no vine a hablarles sobre la ayuda que esas producciones le han dado a mi aprendizaje. Hoy vine a hablarles sobre el drama. Mejor: sobre el drama que nos gusta 💓😜.

Muy seguramente ya han escuchado (o quizá, ustedes mismos lo han dicho) que las telenovelas son aburridas porque son demasiado dramáticas y suelen contar historias muy irreales. A fin de cuentas, ¿Quién descubre al azar una hermana gemela en el baño de damas de un elegante casino en Cancún? ¡Y más! ¿Quién es obligada a sustituir esa mala hermana y termina por salvar una fábrica de cerámica de la ruina, poner fin a los berrinches de un muchachito aburrido (¡qué flojera nos da el Carlitos ese! 😑), sacar del vicio del alcohol una anciana y, aun, ganarse el corazón del cuñado (qué sí es bien tonto, pero sí, es todo un bombón 😆)?

Sí, sabemos que historias así van “un poquito” más allá de lo posible. Pero, tal vez, a nosotros aficionados por las telenovelas, sea justo ese carácter irreal lo que nos guste un chorro, ¿no? 🤔

Las telenovelas sí nos traen muchos elementos de los cuentos de hadas, pero ya no con manzanitas o zapatitos.

Me explico. Las telenovelas latinas, esas que son bien cargadas de drama, suelen llegar a nosotros con un mensajito implícito: “Estimado televidente, empezamos aquí este viaje. Te vamos a presentar estos amiguitos y toda su historia. Sin embargo, te advertimos que, en un dado momento, todo va empeorar mucho. Ahí sí que vamos a tener muchísimas lágrimas. Agua salada cayendo por los ojos de los buenos (así que mantén tu pañuelo siempre cerquita). Pero puedes venir sin miedo porque te aseguramos que al final sale el Sol”.

Y ahí está la diferencia cuando las comparamos a las producciones brasileñas: Dime, ¿Cuándo se vio en el último capítulo de una telenovela mexicana, por ejemplo, un villano salirse con la suya?

Ese tipo de cosa no suele pasar en las producciones de países como México, Argentina, Venezuela y Colombia, por ejemplo. Eso porque como he dicho más arriba, ellas nos traen aquel mensajito que nos garantiza que todo va a salir mejor. La gente mala va a pagar y los buenos serán felices. El hecho de que sepamos muy bien que en la vida real no siempre las cosas son así, no nos quita para nada el anhelo de mantener viva la esperanza de que sí, tarde o temprano, el sol siempre regresa ☺🌞.

Gostou da Calle Hispánica e não quer perder nenhuma postagem? Então, siga a Calle no Instagram! 😉

Papá a Toda Madre: Televisa traz reflexão social para sua nova produção

À primeira vista, Papá a Toda Madre é mais uma novela açucarada e com um certo ar infantil, com direito a romance, intrigas menos densas, mocinhos, vilões mais leves, encontros e desencontros.

A produção da Televisa, que teve início em 22 de outubro, conta a história de Maurício (interpretado por Sebastián Rulli), um playboy dono de uma das maiores fabricantes de brinquedos do país.

O empresário vê sua vida mudar complemente ao receber duas notícias: que é pai de Anifer, de 7 anos, e que seu negócio está a ponto de falir (o Mauricinho gasta, minha gente! 😆 rs).

Já Maite Perroni interpreta René, o par romântico do empresário atrapalhado.

No entanto, com o passar dos capítulos, o enredo que vai tomando forma é de uma história bem diferente das que estamos habituados a ver, especialmente quando se trata de Televisa.

Indo bem além do romance novelesco, Papá a Toda Madre vem abordando de forma bem aberta temas como homossexualidade, feminismo e machismo. E tem mais: no desenrolar da história, o romance entre Maurício e René é só pano de fundo para discussões maiores e mais relevantes.

Com quase dois meses no ar, a novela surpreendeu o público e a imprensa ao trazer o primeiro beijo gay a ser transmitido no horário nobre.

Na cena, o agente Rodrigo e seu companheiro, Rafael, que acabaram de mudar para a vila onde vivem René e Maurício, dão um selinho diante dos novos vizinhos.

Confira a cena! 🙂

Sim, vocês até podem pensar que demorou para que isso acontecesse, afinal, já estamos em 2017! No entanto, vale destacar que:

*  Estamos falando da Televisa, a principal cadeia de redes de televisão do México que, por sua vez, é um país considerado católico e conservador;

* A novela é voltada também para o público infanto-juvenil, com muitos personagens nessa faixa etária e, até mesmo com um apelo visual bastante colorido e jovial.

E vale reforçar também que Papá a Toda Madre não deixa de abordar questões como preconceito e homofobia, por meio de personagens que não escondem seu incômodo com a relação homo afetiva de Rodrigo e Rafael. Mas, o interessante da novela é que, para cada um a dar demonstração de intolerância ou desrespeito, há outros 5 que não se calam diante dos absurdos.

Outro debate enriquecedor é sobre o papel da mulher e do homem na família, no trabalho e na sociedade.

Por exemplo, no caso dos personagens Verónica e Antonio Barrientos, dois engenheiros, casados e pais de Tania, Neto e Fidelito. Os dois trabalhavam na empresa de Maurício até perderem os empregos, devido ao corte de pessoal implementado na fábrica.

No momento de buscar uma recolocação no mercado de trabalho, Verónica sai na frente e consegue um emprego com ótima remuneração. Antônio, por sua vez, não tem o mesmo sucesso, mesmo tentando boicotar a esposa ao concorrer à mesma vaga.

Como não consegue um novo trabalho, ele se vê obrigado a ficar em casa, cuidando dos três filhos do casal e também realizando as atividades domésticas que antes eram menosprezadas por ele. Claro que essa situação bate em cheio em seu orgulho, mas, ao mesmo tempo o personagem começa a perceber que, ao contrário do que achava, cuidar dos filhos e de uma casa pode ser bem complexo e cansativo.

Enfim, chama muito a nossa atenção a forma como o enredo da novela vem desarrumando (lindamente!) aquele velho jogo de cartas marcadas, em que a mulher cuida da casa e dos filhos enquanto o homem é responsável por prover a família.

Por todas essas desconstruções positivas, fica a dica de novela para assistir (Papá a Toda Madre está disponível no YouTube!), refletir e, de quebra, praticar o espanhol!

Gostou da Calle Hispánica e não quer perder nenhuma postagem? Então, curta a Fan Page no Facebook e siga a Calle no Instagram! 😉

Qual a vantagem das telenovelas latinas para quem deseja praticar o espanhol?

Quando comecei a estudar espanhol, ficava literalmente mendigando qualquer trozito do idioma que a TV pudesse me oferecer. O inglês dominava (e ainda domina) as trilhas internacionais das novelas, mas quando aparecia uma música em espanhol que fosse, já era festa! rs (Como esquecer o CD da novela Mulheres Apaixonadas, que tinha música da Shakira – Te Dejo Madrid -, do Maná – Vivir Sin Aire– e, de quebra, RODRIGO SANTORO na capa?! 😍 Rsrs).

Mas, quando se trata de praticar qualquer idioma, graças ao Bom Deus (e à internet), não faltam opções hoje em dia! Temos acesso a un chorro de material en español, como notícias, músicas, filmes… e as (minhas amadas ❤) telenovelas.

Então as pessoas me falam: “Eu prefiro mil vezes praticar com filmes, porque não curto muito as telenovelas latinas”. Ok, filmes são SUPER válidos, sempre! Mas, aí vai meu conselho para quem está nesta jornada (incrível!) que é aprender espanhol: Não feche seu coração para as telenovelas latinas 🙂 E digo isso não só porque eu AMO essas produções, mas porque as telenovelas (e, de certa forma, também as séries), têm uma vantagem bastante interessante.

Que bendita vantagem é essa, Fernanda?

Uma telenovela costuma ter, em média, uns 150 capítulos (às vezes quase 200!). Ou seja; é muito mais fácil fixar vocabulários, expressões e também a pronúncia. Ainda mais se você conseguir criar o hábito de assistir a um (ou mais) capítulos por dia.

Sem contar que em 150 capítulos há mais oportunidades de conhecer os aspectos culturais daquele país onde a história se desenvolve.

No meu caso, comecei a assistir às novelas com o áudio original em espanhol porque nem sempre curtia as escolhas do tio do Baú. Por isso, passei a procurar algumas produções no Youtube.

No início, confesso que sentia um pouquinho de preguiça de virar a chavinha para o espanhol. Mas, o meu vício em novelas me fez superar essa preguiça rapidinho e, hoje em dia, só assisto às produções com seu áudio original. E que bem isso fez para o meu espanhol! 🙂

Graças a esse hábito, consegui aumentar meu vocabulário (consideravelmente!), melhorar a conjugação verbal (especialmente questões que causam certa confusão, como Vine/Vino), além de ‘absorver’ aquela forma mais natural (e linda 💜) de hablar dos nativos.

Então, fica a dica para os que estão aprendendo espanhol ou para os que já falam, mas desejam praticar mais o idioma: telenovelas com áudio original na veia, pessoal! 💉 😜 rsrs

Confira também: Espanhol: 5 gírias mais usadas na novela Mi Corazón es Tuyo

Gostou da Calle Hispánica? Então, curta a Fan Page no Facebook e não perca nenhuma postagem! 😉

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén